quinta-feira, 11 de julho de 2013

Deputado Bira apela para que a Governadora atenda as reivindicações dos trabalhadores da CAEMA

Trabalhadores da Caema em ato público pela melhoria das condições de trabalho.
Os funcionários da CAEMA continuam em greve, nenhuma reivindicação da categoria foi atendida e a Direção do órgão propôs o corte de direitos dos trabalhadores garantidos por lei.

O deputado Bira do Pindaré (PT) destacou, em discurso na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (10) o ato que os trabalhadores fizeram em frente ao Palácio dos Leões, durante esta terça-feira.

Os trabalhadores da CAEMA estão em paralisação desde o dia 19 de junho, de acordo com o deputado Bira, a situação está ficando insustentável. As reivindicações não foram atendidas, e uma série de cortes direitos está sendo realizado, como fim do plano de saúde, e redução dos direitos da categoria, os trabalhadores ainda não receberam os salários referentes a junho.

Bira ressaltou a importância da CAEMA como uma empresa fundamentalmente estratégica para o Maranhão. Para o parlamentar, os trabalhadores em greve nada tem haver com os péssimos serviços que são oferecidos pela instituição no que diz respeito ao abastecimento de água, e ao esgotamento sanitário.

O Deputado cobrou do Governo do Estado um canal de diálogo com a categoria e a construção de um acordo que atenda minimamente e respeite os direitos fundamentais dos trabalhadores. Ele criticou a forma dura com que a Direção da CAEMA trata os funcionários que estão no dia a dia pegando sol e chuva, fazendo a sua parte para tentar atender as necessidades da população.

“Só aqui na Ilha de São Luís, nós sabemos que pela falta de esgotamento sanitário nossas praias estão todas poluídas, impróprias para o banho, prejudicando o turismo, prejudicando o lazer, a geração de emprego e renda, essa é a realidade dura que nós temos aqui”, destacou Bira.

A luta do sindicato não é apenas pelo reajustamento salarial ou para a preservação dos seus direitos, mas também pela transformação da CAEMA em uma empresa forte, equilibrada e capaz de atender às expectativas da população.

“No Maranhão inteiro, o povo continua com a lata d’água na cabeça, e como mudar isso? É preciso a gente fazer um esforço concentrado que começa pela valorização dos profissionais trabalhadores da Caema. Faço esse apelo enfático à Governadora para que resolva essa situação de maneira respeitosa para atender dignamente os trabalhadores”, concluiu.
Da Assecom Dep. Bira

Nenhum comentário:

Postar um comentário