sexta-feira, 30 de maio de 2014

“A tragédia de Bacuri completou um mês e até agora o Governo do Estado não mandou um ônibus escolar para a cidade”, denuncia Bira

No dia em que a tragédia de Bacuri, que vitimou 8 estudantes, completou um mês, o deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) denunciou que até então nenhum ônibus escolar, dos prometidos pelo Governo do Estado chegou ao município.
O parlamentar ressaltou que os ônibus escolares estavam estacionados há mais de 3 meses em um galpão da Secretária de Estado da Educação e que após a denúncia dos deputados de oposição o Governo anunciou a entrega dos veículos em apenas 5 dias, entretanto, passados 30 dias nenhum ônibus chegou a cidade de Bacuri.
O Deputado destacou que o Juiz titular da Comarca de Bacuri mandou sequestrar sete ônibus dos setenta e cinco que o governo estava “escondendo”. Os ônibus saíram de São Luís conduzido pelo oficial de justiça, mas foram interceptados, no município de Pinheiro e trazidos de volta para a capital. A governadora mandou derrubar a decisão do Juiz de Bacuri, no Tribunal de Justiça.
“Por que essa postura tão endurecida com o município de Bacuri? Peço aqui uma explicação aos representantes do governo, o governo tem que explicar isso, anunciou inclusive que ia mandar ônibus para o município de Bacuri, pelo menos três seriam destinados para lá, mas o fato é que até agora não chegou qualquer ônibus no município de Bacuri”, questionou Bira.
Outra denúncia apresentada pelo socialista se refere à falta de aula nas escolas de nível médio no município de Bacuri. Bira cobrou do Governo do Estado uma resolução célere para o caso. “É preciso que o governo se posicione em relação a isso, não é possível que nós vamos ficar inertes diante de uma situação tão grave”, protestou.      

Agora lascou: Roseana e Ricardo Murad vão ser investigados por desvio de dinheiro

A forma como recursos foram desviados da Secretaria de Estado da Saúde, de 2009 até 2013, que podem chegar a mais de R$ 100 milhões, será minuciosamente investigada pelo Ministério Público Federal e Tribunal de Contas da União e Controladoria Geral da União. Ontem, o Tribunal de Contas do Estado do Maranhão firmou parceria com o TCU para fornecer as informações necessárias.
O Ministério Público Federal e a Polícia Federal iniciaram investigações preliminares sobre as ações da pasta da Saúde, notadamente sobre a aplicação do dinheiro na construção de hospitais de 20 e 50 leitos pelo programa Saúde É Vida. Estima-se que já foram gastos perto de R$ 3 bilhões durante todo esse período e dos 72 hospitais prometidos apenas 34 foram entregues.
Na sede da Fiema, o presidente do TCU, ministro Augusto Nardes solicitou ao TCE a parceria e que os documentos estejam à disposição dos técnicos da do seu órgão  e da CGU. As primeiras investigações irão começar pelos contratos de obras e convênios feitos pela Secretaria de Saúde, dirigida pelo cunhado da governadora, o deputado licenciado Ricardo Murad.
O papel do TCE é de fundamental importância para desmontar toda a rede de corrupção que sangrou o dinheiro público através de contratos fraudulentos e licitações viciadas e dirigidas.
O blog do Luis Cardoso tomou conhecimento de quem existem até gravações de conversas entre gente graúda da Saúde estadual e empresários do Rio de Janeiro e São Paulo sobre o valor da propina a ser recebida de empresas que prestam serviços ou que vendem equipamento para a pasta comandada por Ricardo Murad. A coisa é feia e exala podridão.
Inauguração do Hospital Geral de Timbiras
Inauguração do Hospital Geral de Timbiras
Em 2011, a jornalista Cláudia Dantas Siqueira, da revista IstoÉ esteve no Maranhão para elaborar uma reportagem bomba que mostrou como funcionou a corrupção com o dinheiro público.
Veja abaixo a matéria da IstoÉ:
Quem percorre o interior do Maranhão se surpreende com a quantidade de esqueletos de grandes obras abandonadas e expostas ao tempo. Várias delas estão em municípios humildes como Marajá do Sena, Matinha e São João do Paraíso. São hospitais públicos inacabados do programa Saúde é Vida, principal bandeira da campanha de reeleição de Roseana Sarney (PMDB). Com apenas 12% do cronograma cumprido desde que foi lançado há dois anos, o projeto já tem um custo superior a R$ 418 milhões e corre o risco de virar mais um imenso monumento à corrupção. Relatório da Procuradoria de Contas maranhense, obtido com exclusividade por ISTOÉ, acusa o governo de fraudar o processo licitatório, pede a devolução de parte dos repasses e a aplicação de multa ao secretário de Saúde, Ricardo Murad, cunhado da governadora. A investigação dos procuradores Jairo Cavalcanti Vieira e Paulo Henrique Araújo, a partir de representação do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Maranhão, revela um cipoal de irregularidades e mostra como o governo beneficiou empreiteiras que depois abasteceram o caixa de campanha do PMDB com mais de R$ 2 milhões.
Os problemas começaram no segundo semestre de 2009, quando o governo de Roseana resolveu lançar o Saúde é Vida. Mesmo sem previsão orçamentária, a governadora conseguiu incluir o programa no Plano Plurianual e entregou sua execução ao cunhado. Murad, alegando urgência, contratou sem licitação a empresa Proenge Engenharia Ltda. para a elaboração dos projetos básico e executivo. Os procuradores descobriram que, na verdade, o projeto básico já tinha sido elaborado por técnicos da própria Secretaria de Saúde. A mesma Proenge venceu, logo depois, um dos lotes da concorrência 301/2009 para a construção de 64 hospitais de 20 leitos. O edital da obra indicava que as empreiteiras vencedoras deveriam elaborar o projeto executivo dos hospitais. Ou seja, a empreiteira acabou recebendo duas vezes para prestar o mesmo serviço. No total, a Proenge recebeu R$ 14,5 milhões. Para os procuradores do TCE maranhense, que questionam o caráter emergencial da contratação, “os valores pagos à empresa Proenge constituem lesão ao erário e devem ser objeto de ressarcimento”. Eles calcularam em R$ 3,6 milhões o total que deve ser devolvido.
As ilegalidades não param aí. A construção dos hospitais de 20 leitos foi dividida em seis lotes, mas três deles simplesmente não entraram na licitação. Foram entregues a três empreiteiras diferentes: Lastro Engenharia, Dimensão Engenharia e JNS Canaã, que receberam quase R$ 64 milhões em repasses e nem sequer construíram um hospital. A JNS Canaã é um caso ainda mais nebuloso. Os procuradores afirmam que a empreiteira, filial do grupo JNS, teve seu ato constitutivo arquivado na Junta Comercial do Maranhão em 24 de novembro de 2009, dias antes de fechar contrato com o governo. A primeira ordem bancária em nome da JNS saiu apenas quatro meses depois, em 16 de abril de 2010. Sozinha, a empresa recebeu R$ 9 milhões, não concluiu nenhum dos 11 hospitais e teve seu contrato rescindido por Murad. Antes, porém, a mesma JNS doou R$ 700 mil para a campanha de Roseana, por meio de duas transferências bancárias, uma de R$ 450 mil para a direção estadual do PMDB e outra de R$ 300 mil para o Comitê Financeiro, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral.
A Dimensão Engenharia e Construção Ltda., outra das contratadas sem licitação, foi ainda mais generosa ao injetar R$ 900 mil no caixa do partido durante a eleição. A Lastro Engenharia, por sua vez, repassou aos cofres peemedebistas mais R$ 300 mil. A empresa conseguiu dois contratos com dispensa de licitação: a reforma do Hospital Pam-Diamante, em São Luís, e a construção de hospitais de 20 leitos. Além disso, foi uma das vencedoras da disputa (licitação número 302/2009) para erguer unidades de saúde com 50 leitos. Esses contratos foram aditivados em 25% (o limite legal previsto pela legislação). Ao todo, a empreiteira faturou R$ 58 milhões. O uso do limite para elevar o valor dos contratos foi utilizado também por outra construtora, a Ires Engenharia, o que alertou os procuradores do TCE. “Chama a atenção o fato de o valor acrescido aos contratos coincidir até nos centavos com o valor limítrofe previsto em lei. A impressão que se tem é que ou o valor originariamente contratado foi equivocado ou os aditivos foram firmados sem critério estritamente técnico”, escreveram no relatório.
Hospital Pan Diamante em São Luís nunca foi entregue
Hospital Pan Diamante em São Luís nunca foi entregue
Para o deputado Domingos Dutra (PT), os problemas no programa Saúde é Vida vão além do anotado pelos procuradores. Um levantamento das ordens bancárias de 2010 mostra uma série de repasses redondos que, segundo Dutra, “indicariam a prática de caixa 2 para abastecer a campanha de Roseana.” A Dimensão Engenharia, por exemplo, recebeu R$ 1 milhão em 19 de julho. Três dias antes, a empreiteira Console apresentou fatura de R$ 2 milhões. No mesmo dia, o governo pagou mais R$ 1 milhão à Geotec e R$ 1,5 milhão à Guterres, que no dia 22 recebeu mais R$ 500 mil. A JNS teve três repasses redondos: R$ 300 mil e R$ 50 mil em 16 de abril e R$ 1,5 milhão em 16 de julho. A Lastro teve um repasse de R$ 1,5 milhão; a Proenge, dois repasses de R$ 600 mil e R$ 300 mil; e a Ires Engenharia, um pagamento de R$ 1 milhão. “Nenhuma empresa emite nota fiscal pela prestação de serviços com números redondos”, afirma Dutra. “Geralmente são valores fracionados, até em centavos, como vemos nas dezenas de outras ordens de pagamento.” O parlamentar encaminhou petição ao Ministério Público Federal e à Controladoria-Geral da União.
Roseana e RIcardo deixam obras paradas em diversas cidades do interior
Roseana e RIcardo deixam obras paradas em diversas cidades do interior
Além dos indícios de corrupção e do uso das obras para angariar dividendos políticos, o deputado federal Ribamar Alves (PSB) ataca a concepção do Saúde é Vida, que, segundo ele, contraria determinações do próprio Ministério da Saúde sobre a construção de hospitais em cidades com menos de 30 mil habitantes. “Essas prefeituras não têm dinheiro para a manutenção desses hospitais nem médicos suficientes ou demanda”, afirma. Ele estima em R$ 500 mil o custo mensal para a manutenção dessas unidades, valor acima da soma dos repasses do Fundeb, do SUS e do Fundo de Participação dos Municípios. “Sem gente nem dinheiro, esses hospitais vão se transformar em imensos elefantes brancos”, diz Alves. O parlamentar lembra que a Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara aprovou requerimento do deputado Osmar Terra (PMDB/RS) para convidar Murad a prestar esclarecimentos sobre o programa e outros problemas na área da saúde. “Ele tem muito o que explicar”, afirma. Procurado por ISTOÉ, o secretário de Saúde do Maranhão não se manifestou até o fechamento da edição. (Com informações do Blog do Luis Cardoso)

Joaquim Barbosa deixa o STF e se aposenta em junho


O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, 59 anos, anunciou nesta quinta-feira que deixará o STF e se aposentará em junho. A informação é do presidente do Senado, senador Renan Calheiros, que recebeu na manhã de hoje, no Senado, a visita de Barbosa. O ministro saiu do encontro sem dar declarações à imprensa, se dirigindo em seguida ao gabinete do presidente da Câmara,  deputado Henrique Eduardo Alves. Mais cedo, às 9h30, Barbosa esteve reunido com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto. 

A despedida de Barbosa da magistratura, com grande antecedência da aposentadoria compulsória para os magistrados, que é aos 70 anos, já era esperada. Desde o ano passado, após a grande repercussão do julgamento do mensalão, o assunto é recorrente, sem que Barbosa negasse a intenção. Ele só não adiantava a data. Mas admitia que se desligaria do STF muito antes do prazo determinado. Chegou-se a especular que ele deixaria o Supremo para concorrer a algum cargo majoritário na disputa eleitoral deste ano.

Segundo Renan, o presidente do STF não justificou a saída. Ele lamentou a notícia e disse que foi uma informação "surpreendente" porque via no "presidente do Supremo uma pessoa importante para o país". "Ele vai se aposentar. Sentimos muito porque ele é uma das melhores personalidades do Brasil. Isso é muito triste", avaliou Renan.

Em fevereiro deste ano, o pré-candidato do PSB a presidente da República, Eduardo Campos, chegou a declarar que Barbosa “seria imbatível” na disputa do governo do Rio de Janeiro. Barbosa também foi lembrado, nos bastidores da política, para o embate eleitoral pela vice-presidência e também para a Presidência da República. O prazo para magistrados se desligarem do cargo e disputar uma eleição é de seis meses antes do pleito. Neste ano, esse limite venceu no dia 5 de abril

Presidência do STF

O mandato de Barbosa na presidência do STF está marcado para terminar em novembro próximo. No lugar dele,  assume o vice-presidente do Supremo,  ministro Ricardo Lewandowski.
 

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Com 57% dos votos, Flávio Dino venceria em 1º turno para governador, diz pesquisa


Se a eleição para governador do Maranhão fosse hoje, Flávio Dino (PCdoB) seria o escolhido no primeiro turno com quase 40 pontos de diferença do segundo colocado, o suplente de senador Edinho Lobão (PMDB).

A nova pesquisa Amostragem / TV Guará mostra que, a pouco mais de quatro meses das urnas, Dino tem a preferência de 54% dos eleitores maranhenses, seguido por Lobinho, com 18,92%. O advogado Antônio Pedrosa, do PSOL, aparece com 1,46% e o professor Saulo Arcângelli (PSTU), com 1,23%.

Segundo o levantamento, feito entre os dias 16 e 19 deste mês, 10,92% afirmam que não votariam em nenhum dos candidatos e 13,46% estão indecisos.

No cenário sem as candidaturas nanicas, Flávio ficaria com 57,46% das intenções de votos contra 20,62% do pré-candidato da oligarquia Sarney. 10,85% dos eleitores votariam nulo ou branco e 11,08% não sabem ou não responderam.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo MA-00012/2014. O Instituto Amostragem ouviu 1300 eleitores de 40 municípios em todas as regiões do estado. A margem de erro e de 2,66% para mais ou para menos.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Imagem do dia: Por pouco um ônibus escolar carregado de alunos não vira na zona rural de Coroatá.

Foto: Reprodução/Facebook/Eulena Silva
A imagem acima fala tudo, quando um ônibus escolar carregado de alunos por pouco não vira e quase acontece uma tragédia, veículo ainda chegou a inclinar-se. O ônibus escolar que carregava os alunos do povoado Bem-fica e adjacências atolou-se e por pouco não virou nesta segunda-feira, 27.

As causas são as estradas de péssima condição, com muitos buracos, a meses atrás a Prefeita Teresa Murad(PMDB) gastou milhões para reparos nessas estradas, mas como o trabalho de péssima qualidade só dar isso.......

Alô, PF! Ricardo Murad destina R$ 30 milhões para a prefeitura de Coroatá

Secretário Ricardo Murad e a prefeita Teresa Murad
Secretário Ricardo Murad e a prefeita Teresa Murad
O céu não é o limite para o secretário de Saúde, Ricardo Murad, e isso todo mundo sabe. Ele chega a desafiar as autoridades com a forma que administra os recursos da sua pasta, seja Estadual ou Federal.
Desta vez, o secretário ultrapassou todos os limites e destinou R$ 29.990.519,25 para a prefeitura de Coroatá, município administrado pela sua esposa, Teresa Murad.
No Diário Oficial do Estado consta que a Caema – órgão subordinado a Secretaria de Saúde – direcionou a quantia para as melhorias e ampliação do Sistema de Abastecimento de Água da cidade. O contrato foi assinado pela Caema no dia 30 de abril.
O mais estranho é que o secretário Ricardo Murad disse que entregaria o cargo se não conseguisse resolver os problemas de abastecimento de água de São Luís-MA até o mês passado. Agora simplesmente ele resolve mandar milhões para a prefeitura que sua mulher administra.(Com informações do Blog do Luis Pablo)
Alô, PF!
EXTRATO DE CONTRATO. CONTRATANTE: Companhia de Sa- neamento Ambiental do Maranhão – CAEMA; CONTRATADA: Planor Construções e Comércio Ltda; CONTRATO: No. 030/2014-PRJ; OB- JETO: Contratação de empresa para a execução dos Serviços de Melhorias e Ampliação do Sistema de Abastecimento de Água da Cida- de de Coroatá/MA; PRAZO: 12 (doze) meses a contar do recebimento da Ordem de Serviço; VIGÊNCIA: 15 (quinze) meses contados da data do Recebimento da Ordem de Serviço; VALOR: R$ 29.990.519,25; RECURSO: PLANO INTERNO: VMSANEAMENT; FONTE DE RECURSOS: 0114; Natureza da Despesa 44.90.51; PROGRAMA: 17.512.0573. 3203.0001; ASSINATURA: 29/04/2014; BASE LE- GAL: Art 38 da Lei n° 8.666/93, art. 8o ao 12 do Decreto Esta- dual no 28.455/12, e no art. 33 da Lei Estadual 9.579/12; Proces- so n.o 9265/2013 – CAEMA. São Luís, 30 de abril de 2014. BERENICE B. DE FREITAS – Procuradoria Jurídica

Ricardo Murad escolhe Adrea para representar o seu clã, "Minha filha será minha candidata a deputada Estadual"

Foto: É com muita emoção que anuncio a candidatura a deputada estadual da minha filha Andrea Murad...

Todos os que me acompanham na política desde o ano de 1982, sabem que tomei uma decisão corajosa, como é do meu feitio, ao decidir não me candidatar para um novo mandato de deputado estadual.
Para concluir minha gestão à frente da Secretaria de Estado da Saúde, decidi permanecer no cargo, apesar das expectativas de milhares de maranhenses que sempre me acompanharam com seus votos de confiança por toda a minha vida política. Refleti bem e decidi ficar para concluir o maior projeto de saúde da história do Maranhão que comecei em abril de 2009 com o apoio e incentivo da governadora Roseana.
Por outro lado, desde que ingressei na política, através do meu sogro, Vítor Trovão, há mais de 30 anos, venho, com minha esposa Teresa, me dedicando a trabalhar por Coroatá, São Luís e pelo Maranhão. Ao longo desses anos, por onde passei deixei a marca do meu caráter e o resultado do meu trabalho. Trago comigo a certeza que nós podemos fazer muito quando a oportunidade surge. Foi com essa certeza, confiando na força do maranhense, que, quando fui presidente da Assembléia, prefeito eleito de Coroatá, gerente Metropolitano, deputado Federal e nos últimos anos secretário de Saúde, trabalhei intensamente, mostrando que é possível fazer, mudar, construir, realizar.
Como dizem muitos, a política está no sangue. E é justamente desse sangue, dessa vontade inerente de trabalhar pelo bem público, que surge um novo nome na política maranhense: o da minha filha Andrea Murad. Uma mulher jovem, dinâmica, querida pela sua família e por seus amigos, formada em relações públicas,  bem sucedida. Andrea, com o perdão do trocadilho, é um sangue novo na política, mas que traz em seu DNA a mesma vontade de dedicar-se à lida política, ao bem comum, à construção de uma vida melhor para todos.
Tenho orgulho de saber que uma tradição familiar está se mantendo com nossa filha Andrea Murad. Eu, Teresa, suas irmãs, nossos familiares e seus muitos amigos estamos felizes por ela ter aceitado esse grande desafio, que é o de representar nossa gente, nosso povo, com a coragem e sensatez que lhe são peculiares. Coroatá, São Luís, e o Maranhão vão ganhar muito com isso.
O mandatário da Saúde do Maranhão, Ricardo Murad, lança em sua página pessoal no Facebook a candidatura de sua filha, Andrea Murad à deputada estadual. O circo acabou e a indicação aconteceu, a escolha da filha tem levantado muita dúvida e brigas dentro da família Murad.

Com esse anunciou Ricardo mostra a continuidade da sua ditadura que é a sua tradição, agora é teresa e ricardo e todo seu grupo sair nas ruas e pedir votos pra ela, será que depois de tantas mentiras prometidas na campanha terão coragem de sair as ruas de Coroatá pedindo voto?.

Um grupo de uma alta rejeição: A cidade hoje governada por uma grupo de sugadores, o reflexo são os bairros esquecidos, ruas e avenidas esburacadas, falta de iluminação pública, saúde precária e muito desemprego, são tantos os problemas enfrentados pelo povo sofrido de Coroatá!!!!!!!!

terça-feira, 27 de maio de 2014

Deputado Simplicio Araújo responsabiliza Ricardo Murad por morte de recém-nascida

O deputado Simplício Araújo (Solidariedade/MA)responsabilizou o secretário estadual de saúde do Maranhão, Ricardo Murad (PMDB), pela morte de uma recém-nascida em São Luís. Por falta de transporte e custeio para a realização de uma cirurgia em São Paulo, o triste episódio aconteceu.

A menina faleceu sem receber o tratamento que precisava depois que a Secretaria Estadual de Saúde se negou a prestar o atendimento, descumprindo decisão judicial. A recém-nascida sofria de cardiopatia congênita grave. Sem receber o tratamento, ela morreu 42 dias depois do diagnóstico, em São Luís.

“É lamentável e inaceitável o que ocorreu em São Luís. A secretaria de saúde tem o dever de prestar atendimento. Se tivesse feito isso, poderia ter evitado a morte dessa criança. Mostra o desinteresse e descuido com a população do nosso estado”, ressaltou Simplício.

O juiz José Américo Abreu Costa determinou desde o dia 24 de fevereiro que a secretaria fornecesse à criança e seu acompanhante ajuda de custo para tratamento fora do domicílio, preferencialmente no estado de São Paulo e reiterou que a ajuda de custo deveria incluir transporte terrestre e avião com UTI Aérea. O descumprimento da determinação acarretaria multa diária de R$ 1.000,00, dada a gravidade do caso.

Infelizmente Ricardo Murad não se interessou pelo caso, e a criança veio a óbito com 45 dias de nascida.

Embora tenha descumprido decisão judicial neste caso, Ricardo Murad autorizou o pagamento de mais de meio milhão para custear o tratamento do ex-prefeito de Timbiras, Ricardo Alvim. Para o tratamento de seu aliado político, Ricardo Murad autorizou o pagamento de R$ 86 mil reais para o transporte em UTI aérea, mais dois tratamentos avaliados em R$ 220 mil e R$ 215 mil, para que o aliado recebesse tratamento no hospital Nove de Julho, na capital paulista. Ou ainda para seu cunhado e irmão da prefeita de Coroatá, Teresa Murad (PMDB), o vereador e presidente da Câmara César Trovão (PV) para o qual desembolsou R$ 86 mil reais para o transporte em UTI aérea, mais dois tratamentos avaliados em R$ 220 mil e R$ 215 mil, para que o mesmo recebesse tratamento no Hospital Nove de Julho, na capital paulista, mas o caso veio a tona.

A postura do secretário de saúde motivou o promotor de Justiça de Imperatriz, Eduardo André de Aguiar Lopes, a ajuizar Ação Civil de Improbidade Administrativa contra o secretário. No processo de nº 300-83.2014.8.10.0044, o membro do Parquet classificou como “inaceitável” o que ele considera uma postura de “seletividade entre a população usuária” do sistema de saúde.

Polícia Federal liga assessor de Roseana Sarney a doleiro preso

Youssef, preso no hotel Luzeiros, negociava com governo Roseana Sarney, segundo Época.
Youssef, preso no hotel Luzeiros, negociava com governo Roseana Sarney, segundo revista Época.
Relatório da Polícia Federal liga o doleiro Alberto Youssef, preso no dia 17 de março em São Luís (MA) sob acusação de comandar um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões, a um assessor especial da Casa Civil do Maranhão, nomeado pela governadora Roseana Sarney (PMDB).
Documentos mostram que uma pessoa que acompanhava Youssef no dia da prisão deixou uma caixa na portaria de um hotel para Milton Braga Durans, desde 1º de agosto de 2013 assessor especial da Casa Civil maranhense.
De acordo com a PF, câmeras de segurança interna mostram que Youssef e a pessoa que o acompanhava, identificada como Marco Antônio de Campos Ziegert, chegaram no mesmo momento ao Hotel Luzeiros, na madrugada do dia 17 de março, mas se hospedaram em quartos separados -o doleiro, no 7º andar, e Ziegert, no 13º.
Às 03h29, Youssef subiu até o andar do acompanhante com uma das duas malas pretas que trouxe consigo e retornou sem ela para seu quarto, “dando a entender que deixou a referida mala no quarto de Marco Ziegert”, diz o relatório da polícia.
Não há descrição sobre a profissão ou conexões de Ziegert com o doleiro no documento da PF.
Às 10h47, Ziegert deixa o hotel com a mala preta deixada por Youssef em um táxi -o destino é desconhecido da PF- e volta às 15h30 sem nada nas mãos.
É nesse momento que Ziegert deixa uma caixa na recepção do hotel. Após entrevistas feitas pela polícia, descobriu-se que a encomenda deveria ser repassada para o assessor especial do governo do Maranhão.
O Hotel Luzeiros informou que Milton compareceu ao estabelecimento dias depois e retirou a encomenda.
Segundo Figueiredo Basto, advogado do doleiro, Youssef disse que se tratava de uma caixa de vinho.
“Ele me disse: não tem dinheiro nenhum, foi vinho que foi deixado lá. Não disse o motivo de ter deixado a caixa, deixei para um cara que estava me ajudando com uns terrenos lá”, afirmou.
TERRENOS
Youssef, segundo a defesa estava na capital do Maranhão na data em que foi preso procurando terrenos para construir um hotel.
“É impossível querer dizer que não estivessem juntos lá. Agora, o objeto de estarem lá juntos não era a corrupção de nenhuma autoridade”, disse o advogado.
Figueiredo Basto não deu informações sobre quem é Ziegert e qual é a relação dele com Alberto Youssef.
Folha não conseguiu localizar nesta segunda-feira (26) nem o assessor de Roseana, nem Ziegert.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Coroatá entregam propostas ao Pré-candidato ao governo do Estado Flávio Dino.



Em um grande evento do diálogos com a juventude em Coroatá, no ultimo sábado dia (24/05), o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do municipio, entregaram ao Pré-candidato ao governo do estado Flávio Dino propostas em defesa da agricultura familiar para serem colocadas em seu plano de governo.

Antonio Viana (Presidente do STTR/Coroatá) entregou a Flávio as propostas, com isso colocando em destaque a classe dos Trabalhadores Rurais.

Domingos Alberto junto com os Deputados Bira e Simplício visitam várias lideranças antes da edição do Diálogos com a Juventude

Na manhã deste sábado, 24, data em que foi realizado o "Diálogos com a Juventude" a grande liderança de Coroatá Domingos Alberto, esteve junto com o Deputado Simplício Araújo tomando uma café com amigos e lideranças no mercado central, fizeram visitas a vários empresários de Coroatá.

Em seguida, o deputado federal Simplício Araújo (Solidariedade) Domingos Alberto já com o Deputado Bira do Pindaré se deslocaram para o local do evento, onde foram recepcionados pela multidão de jovens ali presente.

Depois do evento,  participaram do almoço especial dos agentes comunitários de Saúde, uma bela recepção dos amigos(as) presentes nesse grande almoço, e fechando, foram a fazenda do Major Alexandre para uma boa conversa com nosso próximo governador Flávio Dino.

Café no Mercado Central:
Foto: Começando o dia com amigos de Coroatá.  Daqui a pouco tem #DialogosComAJuventude

Visita aos empresários:







No diálogos com a juventude:


Almoço com os agentes comunitários de saúde:



Edinho é candidato de um governo fracassado que afundou o Maranhão

Blog do John Cutrim

Querendo ou não, o senador Lobão Filho (PMDB) é o candidato a governador do grupo político que afundou o Maranhão. É fato que a oligarquia da qual Edinho faz parte por vários anos – mesmo ele fazendo de tudo para se esquivar desse fardo – é a responsável inconteste pelos indicadores sociais horrendos do estado. 

Nesse aspecto, seria mais construtivo, da próxima vez, Edinho Lobão convocar uma coletiva de imprensa e explicar o porquê do tremendo fracasso das administrações de seu grupo. 

Para efeito de análise, só entre alguns de seus apoiadores - Roseana Sarney, João Alberto, Cafeteira e seu pai, Edson Lobão – foram mais de duas décadas de governo. 

E o que aconteceu no decorrer desse período? O Maranhão desceu ladeira abaixo. Assim admitiu o próprio deputado federal Sarney Filho em discurso na Câmara Federal. 

O Maranhão nos governos Sarneys e Lobão, do qual Edinho teve importante papel, não avançou. 

Pesquisas sobre a realidade sócio-econômica feitas pelos institutos mais sérios do país atestam o atraso ao qual nosso estado foi submetido durante o comando do grupo de Edinho. Isso finge não saber. 

O resultado das administrações desastradas e incompetentes da oligarquia reflete tragicamente os indicadores vergonhosos/humilhantes do MA (somos os últimos em quase tudo). Infelizmente, a miséria ainda perpetua-se nos municípios maranhenses, fruto das gestões inaptas do grupo Sarney, cujo escolheu nesta eleição Lobão Filho para dar continuidade ao reinado. 

Fica o desafio, portanto, para na próxima oportunidade Lobão Filho tentar explicar a razão de apresentarmos a menor expectativa de vida na média de homens e mulheres – 68,6 anos – de acordo com dados divulgados pelo IBGE. Seria de bom alvitre Edinho justificar o porquê da população de 6,5 milhões de habitantes, 1,7 milhão de maranhenses está abaixo da linha de miséria (ganham até R$ 70 por mês). Dos quase 7 milhões de maranhenses, existem mais de 4 milhões sobrevivendo na base do Bolsa Família. 

Na ocasião, poderá debater também os motivos de o Maranhão ter 64% da população passando fome e, ainda, as três piores cidades em renda per capita – das 100 cidades com pior IDH, 20 são do Maranhão. As causas que levaram, por exemplo, das 100 cidades com melhor IDH, nenhuma ser do Maranhão; apenas 6,5% dos municípios maranhenses terem rede de esgoto e dos 15 municípios brasileiros com as menores rendas, segundo o IBGE, dez estarem no Maranhão (é o estado brasileiro com maior percentual de miseráveis). 

É todo esse legado de fracasso que Lobão Filho representa. Pode criar mil maneiras de fugir do assunto, porém vai chegar a hora que vai ser cobrado pelos eleitores.

sábado, 24 de maio de 2014

Sucesso total no Diálogos com a Juventude em Coroatá!!!!


O evento aconteceu hoje(24/05) no centro de formação paroquial, mais de 2 mil pessoas estiveram no grande evento no diálogos com a juventude em Coroatá, que reuniu a juventude de Coroatá e de toda região, mais de 13 cidades representadas por lideranças de juventude, presença de várias lideranças politicas do Maranhão.

O local do evento ficou completamente lotado, a movimentação era grande, mais nada tirou à atenção e a força da juventude por um desejo de participar do diálogos.

Flávio Dino, Carlos Brandão, Roberto Rocha e comitiva,  foram recebidos por muita festa e alegria pela a juventude, com grito forte de "mudança e libertação" que marcou o evento, jovens de toda parte do maranhão e vários segmentos representados, Flávio dialogou com a juventude com seu carisma e de toda atenção aos jovens.

Estiveram também vários Deputados, dentre eles destacamos o Deputado Federal Simplício Araújo(Solidariedade) e o Deputado Estadual Bira do Pindaré(PSB), vários empresários, prefeitos, vereadores e a presença da grande liderança de Coroatá "Domingos Alberto".





 

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Após visitar Refinaria em Bacabeira, Simplício Araújo entrará com requerimento para que CPMI da Petrobras investigue a obra

10270471_755143844537132_1566045840138713977_n
“Foi o maior estelionato eleitoral do Brasil. Mais de R$ 1 bilhão gasto neste terreno” Deputado Federal Simplício Araújo
Desperdício de recursos públicos e um enorme campo aberto sem qualquer estrutura que possa lembrar que ali deveria estar sendo construída uma refinaria. Essa é a situação da tão alardeada Premium I, localizada em Bacabeira (MA). Após visita de parlamentares à refinaria nesta quinta-feira (22), ficou constatado que foi um escândalo e o maior golpe político da história do Maranhão. Diante da lamentável situação, o deputado federalSimplício Araújo (Solidariedade/MA), que comandou a visita de hoje, entrará com requerimento para que a CPMI da Petrobras investigue o caso.
Na visão de Simplício, não há nada que justifique tanto desperdício de dinheiro público. “Foi o maior estelionato eleitoral do Brasil. Mais de R$ 1 bilhão gasto neste terreno”, reprovou. “Não existe justificativa para isso. Como membro da CPMI da Petrobras, vou fazer um requerimento na primeira reunião para que esse caso também seja objeto de investigação”, reiterou.
IMG-20140522-WA0039
Com capacidade de produzir 600 mil barris/dia, a refinaria empregaria 80 mil pessoas no ápice das obras – segundo promessas de campanha de Dilma Rousseff e Roseana Sarney – e deveria estar em pleno funcionamento em 2016. Quatro anos depois, o que se vê é a paralisação da obra, que somente em terraplanagem, consumiu R$ 583 milhões, além de mais R$ 1 bilhão em projetos, treinamentos, transporte, estudos ambientais. Todo o montante foi pago pela Petrobras.
Segundo o deputado, a população do município e diversos empreendedores também se mobilizaram para cobrar explicações a respeito da paralisação do empreendimento, uma das principais promessas de campanha da governadora Roseana Sarney em 2010. “São famílias que estão em dificuldades financeira, fazendo empréstimo, o que é ruim para a comunidade”, disse.
IMG-20140522-WA0022
Simplício disse ainda que, durante a visita, houve mobilização de técnicos. Para ele, por mais que os técnicos busquem explicar e tirar dúvidas, fica complicado entender como que um empreendimento como esse tem possibilidade de continuar seguindo. “Infelizmente essa obra não tem viabilidade técnica alguma. Foi feita sem planejamento, o que resultou nesse lamentável episódio”, afirmou.
Presente em Bacabeira, o diretor de Abastecimento da Petrobras, José Carlos Cosenza, afirmou que a refinaria estaria pronta em 2018. Simplício considera improvável que esteja pronta. “Queria muito que beneficiasse o povo maranhense, mas, pelo o que vi, acredito que o prazo não será cumprido e que a obra não vai sair do papel.”
Simplício disse ainda que a própria presidente da Petrobras, Graça Foster, em audiência na Câmara Federal em maio, admitiu que o empreendimento foi um erro. “Hoje podemos constatar que foi um engodo eleitoral, um estelionato eleitoral aplicado ao Maranhão. Isso não pode continuar sendo usado como moeda de troca. Não podem continuar enganando a população maranhense”, ressaltou.
IMG-20140522-WA0037
Da mesma forma que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, deixou o parlamentar maranhense sem resposta ao ser questionado sobre a refinaria, hoje, o diretor de Abastecimento da Petrobras também não respondeu aos questionamentos. “Ele enrolou, disse que o projeto não está parado, mas o que vemos é o contrário. Ele disse ainda que estão avançando na refinaria. Mas até hoje só existe terraplanagem e, ainda por cima, mal feita.”
Além de Simplício, estiveram presentes o deputado federal Domingos Dutra (SD) e os deputados estaduais Marcelo Tavares (PSB), Eliziane Gama (PPS), Bira do Pindaré (PSB) e Roberto Costa (PMDB).
->Um relatório de fiscalização do Tribunal de Contas da União (TCU), de abril do ano passado, apontou indícios graves de irregularidade na terraplanagem — a única obra que teve início, mas que foi paralisada sem ser concluída, conforme relatório do tribunal. De acordo com os fiscais do TCU, somente em 1º de novembro de 2010 — oito meses depois da festa com Lula e companhia — e já com a terraplanagem em andamento, é que foi assinado um contrato para elaboração do projeto básico da refinaria.
-> Durante debate na Câmara Federal, Simplício perguntou ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, se o Conselho da estatal tomava decisões com embasamentos técnicos ou políticos. Perguntou ainda o que o ministro tem a dizer à população do Maranhão, que está endividada com os bancos públicos. Mas, o parlamentar maranhense ficou sem resposta.
-> A refinaria foi anunciada com pompa em 2010 pelo então presidente Lula, pela então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, pela governadora Roseana Sarney, pelo senador José Sarney (PMDB-AP), e pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, mas, até o momento, a obra não saiu do papel.
 Assessoria de Imprensa

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Ricardo Murad pressiona por troca de Edinho e faz Roseana Sarney chorar


ricardo e Roseana








Decidido a não apoiar a candidatura de Edinho Lobão para o governo do Maranhão, o secretário de Saúde, Ricardo Murad, reuniu-se ontem (21) com a governadora Roseana Sarney (PMDB) para relatar seu descontentamento com o filho de Lobão.
Acuado pelas últimas declarações do suplente de senador, que ameaçou afastá-lo da vida pública no seu eventual governo, Murad foi bater no Palácio dos Leões com o objetivo de exigir da governadora que o candidato do grupo seja o senador João Alberto (PMDB).
De acordo com relatos feitos ao blog, o secretário-cunhado argumentou que Lobinho desmoralizou todo o grupo Sarney na entrevista destrambelhada ao jornal Valor Econômico e garantiu que, caso o candidato não seja trocado, não se empenhará pela disputa majoritária, liberando as bases para votar em Flávio Dino (PCdoB).
À Valor, Edinho decretou a aposentadoria do oligarca José Sarney (PMDB) e ameaçou também auditar as contas do governo e da Secretaria de Saúde. “Quando se fala em coronel no Maranhão, se imagina logo a família Sarney. Ela [a família] está saindo do cenário político. Saindo por idade ou cansaço”, disse o peemedebista.
O confronto entre Roseana e Murad foi tenso. Depois de ser responsabilizada pelas afrontas de Edinho Lobão, a governadora afirmou que não poderia fazer nada e, chorando, lavou as mãos em relação às eleições deste ano. “O que eu mais quero é terminar essa droga de governo e ir me embora com o Jorge (Murad) para Miami”, teria dito ela.(Com informações do Blog Marrapá)

terça-feira, 20 de maio de 2014

Deputado Bira afirma que não existe sistema de segurança pública no Maranhão

A violência que cresce incontrolavelmente e a falência total das estruturas de segurança pública do Maranhão foram temas trazidos pelo deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) aos debates, na sessão plenária da Assembleia legislativa desta terça-feira (20).
O parlamentar destacou que se os números do Ministério Público fossem levados em consideração, a cidade de São Luís seria classificada como a 8ª cidade mais violenta do mundo, segundo o ranking da ONU. Bira criticou uma distorção que existe entre o levantamento do Ministério Público e o realizado pela Secretaria de Segurança.
O parlamentar ressaltou que a violência, no Maranhão, tomou conta das cidades e das ruas, pois, segundo ele, “não há sistema de segurança em fase alguma e está se matando a três por quatro, se mata na praia à luz do dia, dentro da Delegacia, como aconteceu com a escrivã, em Caxias, de todas as formas, a qualquer momento e a qualquer hora”, protestou.
Bira ainda afirmou que do a população está extremamente assustada e que a sociedade já não espera mais nada do atual governo. Para ele a segurança pública simplesmente não existe, a população corre riscos em casa e nas ruas, porque os bandidos invadem e fazem todo tipo de atrocidade dentro das casas dos maranhenses.
O Sistema de Segurança não funciona nem no que se refere à investigação, pois, o Ministério Público aponta inúmeros homicídios sem conclusão dos inquéritos e sem identificação de autoria dos assassinatos. Bira concluiu seu pronunciamento lamentando o crescimento da criminalidade e garantindo que os maranhenses não suportam viver mais na mira da criminalidade.

Imagem do dia: Fiasco em evento de Ricardo Murad em Coroatá

Em evento de hoje (20/05)  organizado pelo o Secretário de Estado da Saúde e governador de fato do Maranhão "Ricardo Murad", no qual houve a inauguração do Departamento Municipal de Trânsito e a entrega viaturas para policia militar de Coroatá e Região,  foi  um fiasco só, o povo não compareceu poucas pessoas acompanhavam RM e essas poucas pessoas eram funcionários da Prefeitura de Coroatá.

Um evento que passou despercebido pela população, uma demostração clara da alta rejeição de Ricardo e Teresa Murad no município.

Não tinha 50 pessoas no mega evento de Ricardo Murad, veja as fotos:











PSDB vai ao TSE contra Edinho Lobão por opor Aécio ao Bolsa Família

edinho-lobao
O PSDB protocolou nesta segunda-feira (19) representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o senador Edison Lobão Filho (PMDB-MA), pré-candidato ao governo do Maranhão, por “propaganda antecipada negativa” durante um evento de pré-campanha no estado. Se confirmada, a infração pode ser punida com multa de até R$ 25 mil.

Num vídeo divulgado pelo coordenador jurídico do PSDB, deputado Carlos Sampaio (SP), Edison Lobão afirma, em evento do dia 3 de maio, em Barra da Corda (MA), que o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, é “contra o Bolsa Família”.

“Estou preocupado porque o candidato a presidente da República Aécio Neves declarou anteontem que é contra o Bolsa Família. Quem de vocês concorda com o Bolsa Família levanta a mão? Aécio já disse em todos os jornais que é contra o Bolsa Família e contra o aumento que a presidente Dilma havia dado ao Bolsa Família”, afirma Edison Lobão Filho em discurso.

Para Sampaio, a fala de Lobão Filho traduz uma estratégia da campanha da presidente Dilma Rousseff de propagar o medo através da “mentira”. O G1 entrou em contato com a assessoria de Edson Lobão para comentar a declaração e aguarda resposta do senador.

O deputado do PSDB disse ver indícios de que a fala tem orientação da campanha nacional do PT.

“Não tenho dúvida que Lobão está reproduzindo a política [de campanha] da presidente Dilma, que é faltar com a verdade, incutir o medo, fazer terrorismo. Isso é um prenúncio do que pretendem fazer com o Aécio em todo o país. Não vamos aceitar essa postura de falar mentira. Nós vamos rebater essa mentira”, afirmou Sampaio em coletiva de imprensa, em Brasília.

De acordo com o deputado, Aécio Neves é a favor do Bolsa Família e é autor de um projeto de lei que transforma o programa de transferência de renda em política de Estado, incluindo-o na Lei Orgânica da Assistência Social.

“Me parece clara a estratégia do governo de impedir o projeto de lei do senador Aécio Neves, que coloca o Bolsa Família como uma política de Estado, na LOAS e não mais como política de governo. É interessante continuar mentindo em todos os rincões do país em vez de colocar o projeto em votação e acabar com isso”, criticou.
G1 MA