terça-feira, 20 de maio de 2014

PSDB vai ao TSE contra Edinho Lobão por opor Aécio ao Bolsa Família

edinho-lobao
O PSDB protocolou nesta segunda-feira (19) representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o senador Edison Lobão Filho (PMDB-MA), pré-candidato ao governo do Maranhão, por “propaganda antecipada negativa” durante um evento de pré-campanha no estado. Se confirmada, a infração pode ser punida com multa de até R$ 25 mil.

Num vídeo divulgado pelo coordenador jurídico do PSDB, deputado Carlos Sampaio (SP), Edison Lobão afirma, em evento do dia 3 de maio, em Barra da Corda (MA), que o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, é “contra o Bolsa Família”.

“Estou preocupado porque o candidato a presidente da República Aécio Neves declarou anteontem que é contra o Bolsa Família. Quem de vocês concorda com o Bolsa Família levanta a mão? Aécio já disse em todos os jornais que é contra o Bolsa Família e contra o aumento que a presidente Dilma havia dado ao Bolsa Família”, afirma Edison Lobão Filho em discurso.

Para Sampaio, a fala de Lobão Filho traduz uma estratégia da campanha da presidente Dilma Rousseff de propagar o medo através da “mentira”. O G1 entrou em contato com a assessoria de Edson Lobão para comentar a declaração e aguarda resposta do senador.

O deputado do PSDB disse ver indícios de que a fala tem orientação da campanha nacional do PT.

“Não tenho dúvida que Lobão está reproduzindo a política [de campanha] da presidente Dilma, que é faltar com a verdade, incutir o medo, fazer terrorismo. Isso é um prenúncio do que pretendem fazer com o Aécio em todo o país. Não vamos aceitar essa postura de falar mentira. Nós vamos rebater essa mentira”, afirmou Sampaio em coletiva de imprensa, em Brasília.

De acordo com o deputado, Aécio Neves é a favor do Bolsa Família e é autor de um projeto de lei que transforma o programa de transferência de renda em política de Estado, incluindo-o na Lei Orgânica da Assistência Social.

“Me parece clara a estratégia do governo de impedir o projeto de lei do senador Aécio Neves, que coloca o Bolsa Família como uma política de Estado, na LOAS e não mais como política de governo. É interessante continuar mentindo em todos os rincões do país em vez de colocar o projeto em votação e acabar com isso”, criticou.
G1 MA

Nenhum comentário:

Postar um comentário