terça-feira, 5 de maio de 2015

Governo abre 200 vagas para oito cursos gratuitos no Estaleiro-escola

O governo do Estado, por meio do Centro de Vocações Tecnológicas do Estaleiro-Escola, abriu 200 vagas para oito cursos de capacitação em diversas áreas. Marcenaria, construção de embarcações artesanais, velejador, veleria, música, desenho livre, receptivo para o turismo e educação ambiental, cada um com 25 vagas.
Vinculado à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), o Centro de Vocações Tecnológicas do Estaleiro-Escola abre oportunidades para a capacitação dos jovens maranhenses. A medida é parte da política do governo Flávio Dino no sentido de garantir oportunidade e capacitação aos jovens do estado.
De acordo com o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré, esta é uma ótima oportunidade que os jovens têm de se capacitar e aprender um ofício. “O governador Flávio Dino veio com o propósito de fazer mudança no nosso estado e essas mudanças significam necessariamente transformar a realidade educacional, por essa razão, acertamos mais uma vez, não somente investindo na educação pública de qualidade e mas, principalmente, garantindo oportunidade aos nossos jovens”, pontuou Bira do Pindaré.
Para fazer a inscrição, basta ir até a sede do Estaleiro-escola na Rua da Mangueira, S/N, Sítio Tamancão, Alto Esperança, em São Luís, com cópia do RG, CPF, Comprovante de residência, além de uma foto 3×4. Os cursos são gratuitos e tem duração de três meses, a aula inaugural está marcada para o dia 11 de maio de 2015. Todas as aulas serão ministradas no próprio estaleiro, por profissionais e educadores capacitados.
Jovens Aprendizes
Além de abrir 200 vagas no Estaleiro-escola, o governo Flávio Dino já anunciou uma série de medidas para beneficiar os jovens maranhenses. Entre essas medidas, a abertura de mil vagas para jovens aprendizes nas empresas e demais autarquias do governo do Estado. O anúncio foi feito durante o Fórum Estadual de Aprendizagem Profissional e Inclusão de Adolescentes e Jovens no Mercado de Trabalho do Maranhão, na última terça-feira (28).
De acordo com o governador Flávio Dino, as vagas serão disponibilizadas em estruturas como a Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) e a Companhia de Água e Esgoto do Maranhão (Caema). “O Governo do Estado tem que dar o exemplo para incentivarmos as empresas do Maranhão a aderirem ao Programa Jovem Aprendiz”, declarou o governador Flávio Dino.
A meta do governo é que, ainda neste ano, 5 mil jovens sejam incluídos no programa e comecem a trabalhar. No acumulado dos quatro anos de gestão, a expectativa é que 17 mil jovens aprendizes estejam no mercado de trabalho em todo o estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário