sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Justiça Federal determina o bloqueio de R$ 17 milhões de Ricardo Murad

Ricardo Murad
O juiz federal José Carlos do Vale Madeira — o mesmo do caso Lunus — acaba de determinar a quebra dos sigilos fiscal e bancário e o bloqueio de mais de R$ 17 milhões em bens do ex-secretário de Saúde Ricardo Murad na ação de improbidade administrativa contra ele e outras 12 pessoas em decorrência das irregularidades nos processos licitatórios para a construção dos 64 hospitais do Saúde é Vida.
Também foram quebrados os sigilos e bloqueados bens dos sócios da Proenge, responsável pelo projeto executivo dos hospitais, de membros da Comissão Central Permanente de Licitação e de ex-servidores da Secretaria Estadual de Saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário