segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Ricardo Murad usou o trágico suicídio do delegado Alex Aragão, para atacar governo Flávio Dino.

ricardo
Ricardo Murad usou o trágico suicídio do delegado Alex Aragão, de São Raimundo das Mangabeiras, para justificar novos ataques ao governo Flávio Dino.
Investigado pela Polícia Federal pelo desvio de 2 bilhões reais da saúde pública do Maranhão, o mentor da organização criminosa desarticulada durante a Operação Sermão aos Peixes usa a fatalidade para fazer prevalecer a ideia de que é vítima de uma “polícia política” controlada por seus adversários.
Sem respeitar o luto da família, Murad chega ao cúmulo de expor no Facebook um pedido de socorro do delegado a um amigo. Há apenas sete meses na polícia, Alex Aragão ainda estava em período probatório e apresentava sintomas de depressão.
O delegado também tinha problemas pessoais e administrativos, respondendo a várias sindicâncias na Corregedoria da Polícia Civil. Ricardo, no entanto, busca atribuir o incidente a uma suposta desilusão por conta da transferência da delegacia de Coroatá.
Após a publicação, o ex-secretário recebeu inúmeras críticas de internautas. “Segundo vi aqui em alguns grupos de WhatsApp, o motivo para o suicídio foi outro”, escreveu um. Quando milhares de pessoas foram demitidos aqui em Coroatá, ninguém cometeu suicídio. Mas se fosse por você e as maldades que tu fazes com as pessoas, o pior teria acontecido. Cuidado que a Polícia Federal ainda vai te pegar”, alfinetou outro seguidor.
Do blog Marrapá

Nenhum comentário:

Postar um comentário